Receita: Hambúrguer de borrego com molho de pepino e menta

Hamburguer-de-borrego-com-molho-de-iogurte-580x386

Molho de pepino e menta talvez seja um dos molhos mais refrescantes jamais inventado. Profusamente versátil, este molho adapta-se a inúmeras combinações tanto em saladas como em pratos com carnes. Costumo usar com muita frequência, principalmente no verão.

Hoje temos uma combinação clássica do Médio Oriente com carne de borrego* em versão hambúrguer, ao que nada objecto. Espero que tome para si este molho, descubra novas utilizações e depois passe por aqui para me contar como foi.

*A carne de borrego está presente em muitos talhos e supermercados de grande superfície, bastando apenas pedir para picar – http://www.oblogdohamburguer.pt/9-coisas-que-tem-mesmo-que-saber-sobre-o-seu-hamburguer-ou-o-segredo-esta-na-carne-2-a-saga-continua/
Hamburguer de borrego com molho de iogurte 2Hambúrguer de borrego com molho de pepino e menta Faz 4 unidades 1 chávena de iogurte grego 1/2 pepino sem sementes e cortado em fatias finas 1 colher de chá de hortelã fresca picada sal e pimenta preta q.b 1kg de carne de borrego picada 1 cebola pequena picada 2 dentes de alho picados 1 colher de chá de tomilho seco 2 colheres de sopa de azeite extra virgem 4 pães pita cortados em forma de bolsa e tostados Preparação: 1. Numa tigela pequena, misture o iogurte, o pepino, a hortelã, e uma pitada de sal. Reserve. 2. Numa tigela grande, misture o borrego, a cebola, o alho, o tomilho, sal e pimenta. Com esta mistura forme 4 hambúrgueres altos. 3. Numa frigideira pré-aquecida com azeite, grelhe os hambúrgueres por cerca de 5 minutos de cada lado. 4. No fim, monte os seus hambúrgueres no pão pita e regue com o molho de pepino. E bom apetite! Fonte da receita

Anúncios

Receita Hambúrguer de Bacalhau Original- Café do Rio

image11-580x580

Caros amigos,

É bom estar de volta. Melhor ainda é voltar bem acompanhada. Por isso, depois de uma manhã fantástica no Programa do Manuel Luis Goucha – Você na TV – aqui segue a receita do fiel companheiro a pedido de vários aventureiros alimentares. A autoria, para variar, é do nosso Chef Rui, da Hamburgueria Gourmet – Café do Rio

Hambúrguer de Bacalhau
(Dose individual)

Ingredientes

Para o hambúrguer

– 200 gr – bacalhau (podendo ser lascas ou aparas – não precisa ser lombo)

– 1/2 cebola

– 1/4 pimento vermelho

– Salsa q.b.

– Pimenta a gosto

– 1 ovo

Para o molho de iogurte

– 120gr – iogurte grego

– 50 gr – pepino

– Sumo de limão

– Sal

Para o empratamento

– Tomate a gosto

– Agrião a gosto

Preparação

1. Começamos por saltear a cebola cortada em meia lua e o pimento vermelho. Reserve.

2. Enquanto salteamos fazemos a “liga” com uma varinha mágica, onde utilizamos 50 gr. do bacalhau e o ovo;

3. A seguir, num recipiente, juntamos o restante bacalhau previamente “picado” com uma faca em pedaços, a cebola e o pimento salteados, a salsa e a pimenta. A mistura deve ser feita na mão e não na varinha mágica. A varinha é só para fazer a liga.A seguir juntamos a liga.

4. Com esta mistura fazemos dois hambúrgueres, um de aprox. 120grs e um menor de 80grs; fritamos com um fio de azeite. Deixamos alourar dos dois lados por 2 minutos e está pronto.

image

image

Para o Molho de Iogurte Grego

1. Corta-se o pepino bem pequeno sem o picar demasiado; junta-se 1 iogurte de 120gr – po de ser qualquer marca – usamos Oikos da Danone ; sumo de 1/2 limaõ e sal e pimenta a gosto.

Este molho facílimo pode ser utilizado em saladas e até com carne.

 

imageimage

imageimage

Empratamento

Coloque o primeiro hambúrguer; cubra com omolho de iogurte, a rodela de tomate, a rodela de cebola, o agrião; depois coloque o segundo hambúrguer mais pequeno, mais um pouqinho de molho e finalizes.

Pode acompanhar salada e ou um arroz basmati

Tempo de preparação: 15minutos

Experimentem e me contem se umas lascas bacalhau dão ou não um fantástico hambúrguer 😉

Beijão,

Andréa | Voltar às receitas

Fotos: Andréa Zamorano

Receita de Hambúrguer de Atum e Gengibre da Gwyneth Paltrow

gwyneth-paltrow-tuna-and-ginger-burgers_article_banner_img

Tenho-me dado conta que talvez o mais divertido de fazer um blog sejam as pesquisas. Quando tomamos a “refletida” decisão de escrever sobre o tema A ou B, na verdade, não imaginamos onde iremos parar. Foi o caso. Estava à procura de receitas que combinassem hambúrgures e #gengibre – ingrediente da rubrica “Ponha um balangandã na sua Comida” da semana passada – e descobri que Gwyneth Paltrow sabe cozinhar e parece que bem.

thegirl_Vogue

De acordo com a Amazon, a multifacetada atriz tem não um mas três livros publicados. A receita de hoje, saquei ao Notes from my Kitchen Table.

E posto isto, vamos ao que interessa: A receita da Gwyneth é um hambúrguer de estilo japonês – o seu favorito – com um plus graças ao gengibre fresco. Esta receita pode ser preparada com antecedência e montada rapidamente um pouco antes de ser servida:

Porções: 4
Tempo de preparação: 15 minutos, mais uma hora de refrigeração
O tempo de cozimento: 15 minutos

Ingredientes
1 colher de chá de pó de wasabi ( à venda no El Corte Inglés)
2 colheres de chá de mostarda (de Dijon seria ótimo)
1 colher de chá de água
1/2 colher de chá de pimenta do reino moída na altura
1/2 colher de chá de sal grosso
1 colher de sopa gengibre fresco
1 dente alho descascado e cortado fino
1 ½ colher de sopa de óleo vegetal (Gwyneth sugere amendoim, acho que podemos substituir por girassol)
450g de atum da mais alta qualidade, cortado em nacos mais ou menos 2 cms de altura (melhor sítio ainda é o El Corte Inglés)
2 colheres de sopa de azeite
3 chalotas cortadas ultra-finas
4 pães de hambúrguer integrais (opcional – também funciona só com salada)
Punhado rúcula fresca para decorar

Molho de Maionese com Semente de Sésamo
maionese 125ml ( aqui sugerimos fazer a receita maionese do blog)
2 colheres de chá de gergelim torrado

Preparação
1. Misture o wasabi, a mostarda e a água numa tigela pequena. Coloque a mistura num processador de alimentos junto com a pimenta, o sal ,o gengibre, o alho e o óleo de amendoim . Bata 1 a 2 minutos até formar uma pasta . Adicione o atum e bata numa velocidade baixa apenas para misturar- tome cuidado para não desfazer o atum, o você quer textura nos seus hambúrgueres;

2. Com as mãos, faça quatro hambúrgueres e envolva com película , deixe repousar no frigorífico por pelo menos uma hora (pode deixar de um dia para o outro para os sabores apurarem;

3 . Na cozedura, aqueça o azeite em fogo médio- alto numa frigideira . Adicione as chalotas e refogue por cerca de 10 minutos , até que fiquem suaves, doces e douradinhas. Reserve.

4 . Esfregue os hambúrgueres de atum com um pouco de óleo e coloque-os na mesma frigideira bem quente, grelhe/frite por dois ou três minutos de cada lado , até que estejam na sua preferência. Sem os espremer, por favor ! Passe os pães ainda na mesma firgideira quente.

5 . Empratamento: misture as sementes de sésamo à maionese e barre o pão, ou , se for o caso, coloque um pouquinho da maionese na lateral do prato, coloque o hambúrguer, depois as cebolas/chalotas que estvam reservadas e, por fim, um molhinho de rúcula com um fio de azeite.

Parecia complicado, não é verdade? Mas não foi nadinha. Uma receita fácil e muito sedutora. Prometo fazê-la muito em breve e partilhar aqui o resultado da experiência porque adorei.

Beijo, boas experiências e amanhã ponho mais um balangandã na sua comida 😉

Andréa

Fonte da receita : Notes from my Kitchen Table.

Receita Chimichurri – prazer em conhecer

image18-580x433.jpg
Chimichurri é um molho tradicional da Argentina e do Uruguai e é delicioso. Fica soberbo com qualquer carne, aliás, o “molhinho dos pampas” é tão bom que até funciona com seitan. Estou aqui imaginando num hambúrguer ….

O chimichurri é muito democrático, permitindo inúmeras variações: há quem substitua a salsinha por coentro; quem acrescente manjericão e quem troque o vinagre pelo sumo de limão. O chimichurri apresenta-se ainda em duas versões: com produtos frescos e outra com desidratados. Pode-se fazer qualquer uma, todas funcionarão.

Na Argentina e no Uruguai – ao contrário do que nós , brasileiros e portugueses , fazemos – as carnes quando vão para a grelha/chapa não levam sal e nem tempero nenhum. Carne tem que saber a carne ( veja o nosso post sobre o ponto da carne) . Mas o chimichurri permite quebrar a regra, pode-se marinar as carnes com o molhinho mas nunca mais do que duas horas , caso contrário, a carne só saberá ao molho, perdendo o seu sabor.

Há imensa teorias sobre a origem do nome chimichurri, particularmente, penso que a que parece fazer mais sentido é a de que o nome virá da palavra basca tximitxurri, que significa mistura.

Chimichurri fresco:
Ingredientes:
01 dente de alho picado
¼ de molho de salsa picada (sem os cabos)
10 g de tomilho picado
10 g de orégano fresco picado
01 folha de louro
¼ de xícara (chá) de vinagre
½ colher (chá) de páprica picante
½ xícara (chá) de azeite de oliva

2 malaguetas (piri-piri)
Sal e pimenta do reino a gosto

Preparação
Coloque numa tijela os ingredientes secos, condimente com o sal e a pimenta. Acrescente o vinagre e misture, incorpore pouco a pouco o azeite mexendo suavemente. Recomenda-se preparas algumas horas antes de servir para que o sabor das ervas incorpore melhor ao azeite.

chimichuri
Chimichurri desidratado:
Ingredientes:
10 g de alho e cebola desidratados
10 g de salsa desidratada
10 g de pimento/pimentão desidratado
10 g de orégano desidratado
10 g de louro
10 g de cebolinha desidratada
10 g de pimenta calabresa desidratada
300 ml de vinagre de vinho branco
600 ml de azeite de oliva ou óleo de girassol
Sal e pimenta do reino a gosto

Preparação:
Igual à receita anterior.